old little fox

Monday, December 17, 2012


Estava escuro naquela noite, frio. Ela encontrava-se no meio da multidão, junto à varanda a fitar o vazio, ignorando todo o barulho de fundo. Sentiu alguém a pedir a sua atenção nas suas costas, olhou-o e retorquiu «o teu cheiro a tabaco denuncia-te», ela conhecia-o bem - àquele cheiro - que tão recentemente começou a fazer parte dela também e não por fumar. «E tu estás a fumar» disse-lhe ele com aquele sorriso doce enquanto apontava para a mão dela. E estava mesmo, apercebeu-se e corou, não era costume dela. «Como estás?» acrescentou ele. E não recebeu resposta, pelo menos em palavras.

Kuwabara Ryu.

No comments:

Post a Comment