old little fox

Monday, September 26, 2011

Despedida;


Com os olhos fixados no chão, repito para mim várias vezes "Calma, calma, calma, calmaa...".
À minha volta, pessoas na mesma situação que eu, despedem-se dos seus entes queridos com um sorriso rasgado nos lábios e um enorme brilho nos olhos, tão grande e sincero que é difícil distinguir se é de felicidade ou tristeza.
O meu pequeno coração bate bem devagar nos meus ouvidos, não sinto o corpo. Tudo o que sinto interiormente é mais forte do que qualquer dor física, tudo o que sinto interiormente é muito mais árduo de suportar. O meu peito pede-me para eu me desembrulhar em lágrimas silenciosamente, a única maneira para me acalmar de verdade, porém o meu orgulho nunca me o deixaria fazer à frente de quem quer que fosse.
Recebi um leve beijo teu.

"You: Não te quero triste, eu volto.
Me: Não estou triste *sorriso falso*
You: Amo-te! *abraço do tamanho do mundo*
Me: E eu a ti."

Ouvi os seus passos cansados e pesados a afastarem-se, enquanto três pequenas lágrimas iam de encontro aos meus lábios sorrateiramente.

3 comments:

  1. amei amei amei! Está perfeito, tem tudo :) e ora aqui está a bela da música <3

    ReplyDelete
  2. Aqui já se vê uma maior evolução. Páras na narrativa para descrever e explicar.
    Tenho apenas uma crítica construtiva: Aquele diálogo podia ser muito mais potencializado. Em vez de fazer assim em diálogo e colocares as ações entre asteriscos, podias descrever o que se estava a passar e descrever como vias a pessoa que comunica contigo. Ou pelo menos com o narrador do texto.

    ReplyDelete