old little fox

Tuesday, December 13, 2011

Open book, um.

 

Do carro lembro-me vagamente, lembro-me do coração nervoso e de pedir que o espaço entre a passadeira e lugar onde te encontravas fossem mais curtos já que não te podias deslocar ao meu encontro. Recordo-me ainda de te achar estranho, e de esconder a minha cara no teu peito a pensar que estava diante a pessoa que conhecia por dentro, apenas.
Entrei no carro, fui atrás e tu à frente, fiquei calada e só respondia ao que me perguntavam enquanto recebia mensagens tuas. Percebera nesse momento o porquê de tanta insegurança da tua parte, o porquê de tanto medo e tanta espera gerada por este momento. Temia dar-te razão, e ser mais um motivo da tua insegurança e tristeza.

2 comments: