old little fox

Tuesday, November 22, 2011


Mexo, remexo, enrolo-o sobre o dedo, sinto o seu suave sobre os meus lábios, volto a mexer, enrolo-o sobre o dedo outra e outra vez. Enquanto isso a minha cabeça mantém-se ocupada em ti e toda a minha ansiedade tenta dissipar-se pelo meu dedo indicador arduamente, sem resultados.
Atrevo-me a dizer que gostava que o dia de hoje me soubesse mais a ti, só dessa forma iria largar o mundo emaranhado de que sou feita e de que se tornaram ultimamente os meus fios de cabelo. Adorava que o dia de hoje, e todos em diante, fossem vividos e marcados com a presença do teu olhar, do teu perfume natural insubstituível e das tuas mãos macias a proteger as minhas carentes.
Parece que ainda consigo sentir o meu mundo a impor-se contra o universo puxando-me contra o seu peito, a embalar-me nos seus braços e a sussurrar bem baixinho que me quer até ao infinito.

10 comments:

  1. está mesmo muito bom <3 também acabei agora de postar... gostaste coração?

    ReplyDelete
  2. Como é que é a música?

    "Nossa, nossa, você assim me mata"


    Adoro a doçura da tua escrita.

    Beijo

    ReplyDelete
  3. Maria Francisca GamaNovember 25, 2011 at 10:51 PM

    AMEIIIIIIIIII!
    escreves tão bem, vou seguir-te, mil beijinhos *.*
    http://franciscagama.blogspot.com/

    ReplyDelete