old little fox

Monday, August 1, 2011

Retarded Minds;

Qualquer dia tenho de te perguntar para ti o que achas que é ser mãe.
- Levar-me à escola todos os dias, dar-me comida e dizer 'sim' ou 'não' consoante o teu estado psicológico?
Opção errada, ser mãe é quando desde pequenos somos habituados a ouvir uma história antes de dormir e receber um beijinho de boa noite, aliás todos os pretextos são bons para dar algum carinho. Isso é ser mãe. E quando crescemos, ser mãe é, é dar um ombro amigo para nos apoiar e não criticar pelos nossos erros. Quando as coisas não dão certo nós sabemos que errámos, não precisamos de um raspanete a seguir.
A verdade é que nunca na minha vida me senti apoiada, nem nos momentos mais difíceis, quando sentes que estou mais triste depois de um dia de aulas chegas ao pé de mim com a tua voz fria e dizes "Estás de trombas? Falta-te alguma coisa?". Aquilo que uma verdadeira mãe e amiga diria era "O que se passa? Sabes que podes contar comigo".
Também nunca te senti orgulhosa de mim, a tua postura rígida e crítica todos os dias para comigo já cansa. Posso não ser uma filha perfeita, mas a verdade é que ninguém o é.
Todos os dias tenho de ouvir as tuas criticas, não posso fazer nada sem ter a tua voz atrás do meu ouvido e rebaixar-me, porém eu tenho de me manter calada e ouvir. Tenho de averiguar o teu estado de espírito todos os dias para saber se te posso dirigir a palavra ou não. Se estiveres bem disposta posso perguntar-te o que vais fazer hoje, caso contrário, posso esperar uma má resposta da tua parte.
Estas atitudes todas fazem com que me afaste de ti, e tu sem me conheceres e sem saber o que se passa na minha vida, continuas a criticar.
Se soubesses metade do que eu sou não serias assim.

Gostava de te dizer que tenho uma mãe com quem posso falar, chorar e em quem confio, mas não é verdade.
Também gostava de dizer que tenho orgulho em ti, mas as tuas atitudes não deixam.