old little fox

Monday, December 10, 2012


É segredo, mas vou contar-vos. Todas as noites, quando já estão todos deitados, pego no meu lápis e no meu caderno, digiro-me à porta de entrada, abro-a e saiu de casa. Percorro a varanda até ao jardim da frente, enroscada em mantas quentes, sento-me e chamo a minha little fox, escrevo até me dar o sono ou até à little fox se recolher.

No comments:

Post a Comment